A oração

O homem tem por necessidade a comunicação, ele precisa se expressar, expor seus sentimentos, ideias, pensamentos. Ele precisa interagir com o meio em que vive. Partindo desse principio, seguindo para o âmbito religioso, o homem tem, consequentemente a necessidade de Deus.

Essa necessidade torna claro como se vê Deus – não entende-Lo, mas senti-Lo – como superior, alguém, e não algo, em que se pode confiare se entregar, um ser maior capaz de nos julgar, entender por completo, ouvir nossas súplicas e nos confortar. Conforto esse que se torna escasso cada dia que se passa.

O poder da oração é exuberante! A oração garante nossa integridade e fidelidade a Deus. Sendo nós pessoas orantes nos tornamos melhores, mais aptos e maduros para entender o mundo indiviudalista no qual vivemos.

Essa necesidade que temos de Deus não é só carência nossa, afinal Deus existe independente de nós mas, só podemos existir e sermos bom acreditando Nele, a oração nos aproxima de Deus de forma íntima.

A oração é de suma importância a atal ponto que o próprio Cristo, filho de Deus e próprio Deus, reza, suplica a Deus Pai. Nos mostrando que sendo orantes estaremos sendo de fato filhos amados de Deus. Um Deus que atende nossas súplicas, “E, tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis.”(Mt 21, 22).

Nos juntemos a comunidade orante, à Santa Mãe Igreja, e participando dela possamos viver a oração plena.

Anúncios
Published in: on 26/10/2010 at 13:43  Deixe um comentário  

Impulsos

Im.pul.si.vo adj. 1. que dá impulso. 2. que age pelo impulso.

Impulsivos. Devíamos ser mais, entende? Digo… Com certa freqüência eu paro pra pensar – o que já discorda de certa forma com a idéia desse texto – e cheguei a seguinte conclusão: pensamos demais, agimos pouco pro tanto e pensamos.

Sinto que nos falta certa atitude impulsiva, uma atitude que seja por nós o mínimo a ser analisada. Creio que as melhores situações são resultados de decisões tomadas por impulso – não estou falando que toda vez que somos impulsivos acontece algo maravilhoso… – mesmo que essa satisfação seja momentânea.

Não levanto a bandeira do Anarquismo, muito menos da irracionalidade, mas de um conceito mais natural mais agressivo mais “aberto”. O que a primeira vista pode parecer assustador, no entanto procure parar e analisar por poucos instantes quantas oportunidades foram perdidas devido a exagero de análises…

Creio que é cada vez mais necessário que saibamos aproveitar a vida, aprender a aproveitar a oportunidade que nos é dada.

Published in: on 09/07/2010 at 15:32  Comments (1)  

Calma e Coragem

Calma e coragem. Calma e coragem para viver, aproveitar a vida extrair tudo de bom que ela pode nos dar.

Calma com diante os erros, coragem para corrigi-los, calma com as pessoas e coragem para entendê-las, calma para amar e muita coragem para se apaixonar.

Coragem para enfrentar a vida cotidiana, coragem para abraçar seu amigo, coragem pra se reconciliar.

É bem verdade que o medo nos torna mais cautelosos, eventualmente, a ponto de nos tornamos medrosos e ter medo de viver, então é necessário que tenhamos calma com essas pessoas e coragem para conversar.

Então fica assim, calma e coragem a todos.

Calma para sermos sensatos, coragem para sermos capazes de ser insensatos!

Published in: on 09/07/2010 at 15:25  Deixe um comentário