Traçados Carinhosos

Carrego comigo a doçura descoberta,
A sua alegria afobada e a amizade sincera.
Revelas toda candura e toda leveza.
Oh! quão doce e misteriosa quimera.
Luz nova que adentras os olhos meus.

Perco-me em devaneios ansiosos
E anseio jogar-me em seus pensamentos,
De tornar realidade toda minha vontade
Realizar o que não foi proclamado nem prometido,
Ouvir baixinho teus sussurros em segredo.

E diante de tamanha candura e leveza
Construo uma casa aberta e arejada
Para que a luz entre e faça morada
Antes que se perca ou esmoreça
Nessa terra escura e atordoada.

Anúncios
Published in: Sem categoria on 22/05/2013 at 13:43  Deixe um comentário