Tristeza da Mulher que Ri

Ao andar pelo mundo, pelas ruas,
Por caminhos sinuosos,
Por labirintos para me perder
Diante das andanças eu vi…

Eu vi mulheres de olhos opacos,
De olhares sem brilho,
Sem vida, nem cor.
Olhares sem focos, cheio de dor.

Vi mulheres tristes sorrindo
Sorrisos sem alma
Faces para si mentindo.

Vi doces flores envenenadas,
Tóxicas e amargas pelo tempo.
Vi mulheres sofridas.

E nessas mulheres de olhar baixo
De sorrisos fracos,
E de olhos opacos,
Vi sorrisos querendo negar tudo,
Tudo isso que eu vi.

Anúncios
Published in: on 21/11/2012 at 11:04  Comments (1)  

The URI to TrackBack this entry is: https://pedrohspereira.wordpress.com/2012/11/21/tristeza-da-mulher-que-ri/trackback/

RSS feed for comments on this post.

One CommentDeixe um comentário

  1. Lindíssimo!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: