Soneto da Partida

Riso,pele,olhos e perfume
A flor mais linda do campo
Voltou a me deixar.

Não sei mais do seu riso
Não cheiro mais sua pele
Não beijo mais seus olhos

Vais novamente para deixar-me
Na espera árdua, no desejo afável
Na insinuação perpétua e inegável
Com a certeza Sexta ou Sábado.

Como toda noite há escuridão
Voltes sendo meu amanhecer
Sentir seus cabelos, ver seu raiar
Seja você,meu amor, flor a desabrochar.

Anúncios
Published in: on 29/01/2011 at 12:47  Comments (2)  

The URI to TrackBack this entry is: https://pedrohspereira.wordpress.com/2011/01/29/soneto-da-partida/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Que lindo Pedro!
    Você realmente tem um dom de juntar palavras e criar belos textos!
    É profundo e apaixonante..
    Nós quando escrevemos algo com tanto sentido e tão repleto de sentimento é porque realmente temos um “alguém” que nos inspira, possa ser que não venha a ser o seu caso, mas se for… Envia ele pra sua inspiração Pedro! Essa pessoa não merece apenas ler como todos os outros que têm em seu orkut, merece saber que isso foi direcionado à ela, e vê como simples palavras, foram tão bem utilizadas!
    Se for o caso.. Boa sorte!!

  2. Pedrinho, meu amigo,

    Belíssimo! Quando o corpo pede um pouco mais de alma, venho e leio isso.

    Obrigado!

    []’s


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: